Por
Felipe Held
8 minComments

Quase 2% das compras na Black Friday foram feitas com cartões clonados

Fizemos um levantamento sobre as tentativas de fraude durante a Black Friday 2017

repre

A Black Friday 2017 chegou ao fim, com números super expressivos para o e-commerce brasileiro segundo o Ebit: faturamento superior a R$ 2,1 bilhões, 3,76 milhões de vendas, considerável aumento em relação ao ano anterior… Que alegria!

01

Ok, mas somos a Konduto e nossa especialidade é detectar transações fraudulentas. E fizemos isso muito bem durante a Black Friday! Montamos uma operação especial, reforçamos nosso time e nossa infraestrutura e recebemos mais de 700 mil pedidos durante os quatro dias da maior campanha de vendas do e-commerce brasileiro.

Processamos bilhões de dados, e com tanta informação assim fizemos um levantamento para compartilhar com os melhores profissionais de e-commerce – sim, é contigo mesmo que eu tô falando!

02

Olha só o que a gente percebeu da Black Friday, que para nós começou na quinta-feira (23) e só terminou no domingo (26).

Quase 2% de tentativas de fraude

A média de tentativa de compras fraudulentas na Black Friday foi de 1,94%. Isso quer dizer que, a cada 51 compras on-line, 1 era feita por um cibercriminoso utilizando um cartão de crédito clonado.

O que você acha deste número?

03

Temos mixed feelings sobre ele, na verdade. Este índice é 46% mais baixo do que a média de tentativas de fraude no e-commece brasileiro, atualmente na casa de 3,58%. No entanto, esta média ainda é consideravelmente alta se levarmos em consideração a saúde financeira de uma loja virtual – além do mais, as operadoras de cartão não permitem que o lojista tenha taxas de chargeback acima de 1%

Por que a taxa de fraudes foi mais baixa na Black?

Este é um fator totalmente compreensível, aliás. Descontos, promoções arrasadoras e quedas de preço não são um chamariz tão interessante para fraudadores – afinal de contas, um estelionatário que utiliza um cartão clonado não é muito sensível a preço, concorda? Os preços baixos vão atrair justamente o bom cliente, que é quem realmente vai pagar do próprio bolso por aquele pedido.

Com o consequente aumento das compras legítimas, a taxa de fraudes é “diluída”. Faz sentido, não faz?

04

Não confunda!

2% não foi a média de fraudes efetivas durante a Black Friday, mas sim das tentativas. A esmagadora maioria (com o perdão da redundância) destas tentativas é barrada pela análise automática de nossos algoritmos de inteligência artificial ou pelo nosso time de especialistas de risco.

Ticket médio das tentativas de fraude

De acordo com os dados do Ebit, o ticket médio de todas as compras na Black Friday foi de R$ 562. Ok. E este valor não está muito distante quando falamos de pedidos fraudulentos: de acordo com o levantamento que fizemos aqui na Konduto, o ticket médio das transações realizadas por estelionatários foi de R$ 574.

“Mas Konduto, fraudadores não fazem compras de produtos caros, de alta liquidez? Como pode, então, ser um valor relativamente baixo para a Black Friday?”

05

Bom ponto, minha cara. Mas não se esqueça de que, em muitos casos, os fraudadores precisam validar um cartão de crédito clonado antes de utilizá-lo para compras mais parrudas. Logo, eles realizam transações de pequenos valores – se você ainda não leu o infográfico que preparamos sobre os testadores de cartão, faça isso agora mesmo!

Baixe grátis!
Infográfico: como funciona a fraude dos testadores de cartão?

De qualquer forma, levando em consideração a média do valor das compras suspeitas de fraude, trata-se de um valor que faz bastante sentido.

Qual o dia com mais tentativas de fraude?

Justamente a quinta-feira, no aquecimento da Black Friday. Neste dia, detectamos que a taxa de tentativa de fraude foi de 4,38%, muito acima da média comum do e-commerce brasileiro (que é de 3,58%, como falamos há alguns parágrafos).

Isso acontece porque, na quinta, muitos clientes legítimos ainda estavam se segurando para realizarem as compras e aguardando um último desconto imperdível. Os fraudadores, não. Logo, eles não ficaram tão acanhados em seguir com as “atividades normais” – e, por isso, os pedidos suspeitos acabaram se sobressaindo.

Para se ter uma ideia, na sexta-feira, principal dia da Black Friday, a taxa de tentativa de fraude foi de 1,42% - percentual motivado pelo aumento das transações boas.

Qual o tempo médio de resposta de cada análise de fraude?

Os sistemas da Konduto, que realizam um cálculo de risco de fraude com altíssima eficiência, normalmente levam menos de meio segundo para emitir uma recomendação sobre cada pedido na alisado – mais precisamente, 310 milissegundos.

Ah, então com a Black Friday este tempo deve ter aumentado consideravelmente! Não é mesmo?

06

Hihihi… não!

Nosso time de desenvolvedores é tão incrível que arrumou a casa direitinho para este pico de vendas. O tempo médio de resposta da nossa API foi de – pasmem! – 91 milissegundos. Menos que uma piscada de olho.

Sabe quão rápido é isso? Preste atenção na sua próxima piscada de olho. BAM! Analisamos um pedido. BAM! Mais dois! Três, agora!

Entendeu como funciona?

Nossos clientes que utilizam o produto Konduto Completo, que inclui uma última verificação manual dos pedidos que o sistema marcou como suspeitos, também contaram com uma análise super rápida e eficiente. Em média, os pedidos mais suspeitos não ficavam mais do que 11 horas na fila de análise.

Qual foi nosso uptime?

100%!

“Espera, nem 1 segundinho fora do ar? Nem um soluço?”

Não!

A Konduto não caiu em momento algum da Black Friday. Mantivemos nossos queridos clientes protegidos durante 100% do tempo da maior campanha de vendas do e-commerce brasileiro. Estávamos de olho o tempo todo!

07

Parabéns a todos os lojistas que conseguiram aproveitar a Black Friday para alavancar as vendas! Que dezembro continue em alta e que todas as metas propostas possam ser alcançadas!

Yay!

Leia também
Você já conhece o funk do cartão clonado?
Conheça as top 5 ferramentas da fraude on-line
Como a Konduto ajudou o Ebanx a evitar mais de R$ 7 mi em fraudes

Sobre a Konduto

Somos uma empresa que desenvolveu uma tecnologia inovadora para barrar fraudes no e-commerce. Analisamos como um cliente se comporta desde o primeiro momento em que acessa o seu site até o instante em que a compra é concluída e geramos em tempo real uma recomendação sobre aquela transação.

Além dos dados cadastrais, nosso sistema também reúne outras informações básicas como fingerprint e geolocalização, dentre outras, e passa todos estes dados por um filtro de inteligência artificial. A venda é analisada em menos de 1s, sem prejudicar ou causar transtorno à operação do lojista. Nosso algoritmo de machine learning aprende com cada análise e evolui com o passar do tempo, reduzindo cada vez mais o número de fraudes.

Quer saber mais? Ficou alguma dúvida?

Fale com a gente no e-mail oi@konduto.com

Conecte-se com a Konduto também nas redes sociais: Linkedin, Facebook e Twitter