Blog da KondutoDicas de e-commerce

Qual a importância das redes sociais para gerar vendas no e-commerce?

Por 17 de julho de 2018 Nenhum comentário

Desde o seu surgimento, as redes sociais vêm se reinventando constantemente para manter crescente a curva de usuários ativos. Empresas que se ligam nessas mudanças e entendem a importância das redes sociais, utilizando-as a favor de sua estratégia de vendas, tendem a sair na frente na corrida por clientes qualificados e, mais do que isso, apaixonados pela marca.

Para ajudar você a compreender o papel das plataformas online no relacionamento com o cliente e conversão de vendas em seu e-commerce, preparamos um artigo com algumas dicas e diferenciais de uma boa gestão de redes. Ficou interessado? Então continue a leitura para saber mais!

Por que incluir redes sociais na estratégia de vendas?

Que as redes sociais ganham mais e mais espaço com o passar dos anos, todos já sabem. Não é à toa que, em abril deste ano, Mark Zuckerberg comemorou a marca de 1,4 bilhão de usuários diários em sua plataforma.

O que alguns empreendedores ainda precisam compreender é que, com um bom plano de marketing, é possível captar potenciais clientes e até mesmo iniciar a jornada de compra antes mesmo do acesso ao e-commerce.

Segundo pesquisa divulgada no fim do ano passado, 47,7% dos usuários americanos do Facebook já realizaram uma compra a partir de uma postagem na rede, 8,6% já iniciaram suas jornadas pelo Instagram e 4,5% via YouTube. Impressionante, não é mesmo?

Qual é a importância das redes sociais para impulsionar as vendas de um e-commerce?

Agora que já temos alguns números evidenciando quão relevantes são as redes sociais no processo de compra e venda, chegou a hora de nomearmos, também, algumas das vantagens que uma gestão caprichada e estratégica pode trazer ao seu negócio.

Ajuda a criar relacionamento com o público

Assim como nas redes sociais, a base para muitas relações de venda nos dias de hoje é a proximidade entre a marca e seus consumidores.

Mais do que oferecer o produto buscado, empreendimentos inteligentes também investem esforços em criar laços afetivos com seus clientes, tornando-os também porta-vozes da empresa.

Projetadas para serem plataformas de troca inclusivas e estimulantes, as redes, quando bem exploradas pelas empresas, tornam-se excelentes bases para a criação de tais vínculos.

Possibilita o estudo do comportamento do consumidor

Uma das grandes facilidades trazidas pelas redes sociais é a possibilidade de ver, a fundo, como se comporta o público-alvo de um negócio.

Antes do surgimento de tais recursos, a saída era realizar pesquisas qualiquantitativas e observar cases de concorrentes para buscar informações. Já com o advento das redes é possível conhecer a fundo o que motiva, repulsa e estimula os usuários de determinado produto.

A possibilidade de fornecer feedbacks de forma simples por meio de avaliações, comentários e marcações incentiva a participação do público-alvo e, de quebra, fornece à marca dados importantes que podem ser convertidos em insights e melhorias estratégicas.

Traz visibilidade e reputação à marca

Nas redes sociais, conteúdos mais curtidos e comentados são mostrados para mais usuários (em decorrência da compreensão de que se trata de um material relevante e adequado ao que buscam os internautas).

Dessa forma, uma empresa que aproveita as informações das redes para melhorar seu desempenho e que utiliza as plataformas como ferramentas para se aproximar de seus consumidores recebe, como prêmio, o crescimento da visibilidade do negócio.

Aliada a esse fator está a reputação. Se um empreendimento se posiciona de forma coerente, presta assistência quando solicitado, apresenta conteúdo interessante e adequado ao que buscam os clientes, ele angaria autoridade.

Tal qualidade faz com que uma marca seja priorizada no momento da compra em detrimento de outras, além de torná-la opção número um no caso de recomendações ou avaliações positivas.

Como utilizar as redes sociais a favor do seu e-commerce?

Para que as plataformas de relacionamento funcionem como verdadeiras aliadas do e-commerce, é preciso estruturar o plano de ação sem deixar de lado nenhum passo. Veja quais são eles a seguir:

Escolher as melhores plataformas

Não basta apenas criar perfis em todas as redes sociais e replicar o mesmo conteúdo a cada uma delas. Na verdade, a avaliação das melhores plataformas é um dos passos mais importantes do processo e é preciso avaliar de forma crítica a ligação entre o negócio e a rede.

A importância das redes sociais é vista quando a estratégia é bem executada. Portanto, antes de colocar a mão na massa, é preciso avaliar: enquanto o LinkedIn, por exemplo, aposta em conteúdo corporativo e essencialmente voltado ao mundo dos negócios, o Instagram aposta em conteúdo extremamente visual e pontual.

É preciso levar em consideração o tipo de produto ou serviço vendido e seu público-alvo. Em qual das redes está o público que deve ser atingido?

Estabelecer a linguagem de comunicação com o público

Assim como cada rede social atende a um público diferente, é preciso saber falar a língua da plataforma. Utilizar termos técnicos e jargões empresariais no Instagram ou até mesmo no Facebook pode repelir usuários que não se identificam com a forma com que as informações são apresentadas.

É fundamental relacionar o produto com seu público e a rede social na qual ele está, descobrindo, assim, qual é a melhor maneira de criar vínculos de proximidade por meio da comunicação da mensagem.

Utilizar estratégias alternativas

Além de produzir conteúdo relevante, atual e compatível com as necessidades expressas pelos potenciais clientes nas redes sociais, é muito importante manter o alto nível de concorrência em mente.

De acordo com o relatório Social Media Trends, 94,4% das empresas brasileiras estão nas redes sociais. Isso mostra o quão importante é investir em diferenciação e personalização de ofertas e serviços.

Engana-se quem trata as redes sociais como simples mídias de apoio e não dedica a elas investimento em ações criativas e particularizadas. É preciso sair na frente e explorar novos recursos (como o recém-lançado IGTV do Instagram, por exemplo), estabelecer parcerias com personalidades afins à marca e investir em promoções e ações que proporcionem experiências únicas aos usuários.

O casamento entre uma boa estratégia de marketing digital e um e-commerce seguro e com usabilidade bem desenvolvida não poderia ter outro resultado senão uma boa conversão de vendas.

Agora que você já entendeu a importância das redes sociais nesse processo, que tal seguir a Konduto no LinkedIn, no Facebook, no Twitter e no Google+ para não perder nada sobre esse e outros assuntos?

Konduto

Autor Konduto

O blog da Konduto reúne os melhores conteúdos para quem combate a fraude online. Dicas e artigos sobre a análise de risco para melhorar os resultados do seu negócio.

Mais posts de Konduto