Blog da KondutoProteja sua loja

Veja 5 previsões da Konduto sobre a fraude no e-commerce em 2019

Por 23 de janeiro de 2019 março 27th, 2019 Nenhum comentário

No último post a gente fez um balanço de como foi a nossa operação durante o ano que passou – com direito até à marca impressionante de R$ 3 bilhões em fraudes que evitamos. Massa, né? Nesta semana, porém, fizemos um exercício diferente. Olhamos para o futuro e projetamos alguns cenários que nós, que lidamos diariamente com a análise de risco em pagamentos on-line, vamos encontrar em 2019.

Levantamos cinco “previsões” sobre a fraude no e-commerce e preparamos um texto bem bacana para você ler, se manter informada e, claro, compartilhar com toda a sua equipe! Vamos lá?

1. O índice de fraudes vai cair

Pois é, vai mesmo! Estamos vendo esse movimento com força nos últimos anos, o índice de tentativas de fraude vem caindo ao longo de diversos estudos que fazemos aqui na Konduto.

Não, ei, espera. Segura essa emoção. Eu sei que essa previsão é muito animadora, otimista etc e tal, mas isso não quer dizer que estejamos caminhando para um mercado perfeito em que a fraude será coisa do passado.

O que vem acontecendo, na verdade, é que o e-commerce e as transações on-line têm crescido demais no Brasil. Um estudo recente feito por Social Miner, Vindi, NeoAssist e AnyMarket mostrou que quase 90% dos pedidos feitos pela internet no Brasil têm o cartão de crédito como forma de pagamento.

Isso significa que quem está crescendo é o e-commerce: mais transações estão sendo realizadas, mais pessoas estão pagando pela internet… e isso acaba “diluindo” as tentativas de fraude – que continuam acontecendo com bastante frequência e seguem altíssimas.

2. A união fará a força

Pronto, pode voltar a comemorar: essa sim é uma previsão maravilhosa.

Há muito tempo nós dizemos aqui que a bala de prata no combate à fraude não é a tecnologia A, B ou C (muito embora o sistema da Konduto com machine learning e buying behaviour nativos seja maravilhoso, fica a dica hehe). A melhor arma da análise de risco é, na verdade, o compartilhamento de informações, conteúdo e boas práticas do mercado – e é por isso que a gente insiste tanto em nossos artigos, estudos e materiais sobre fraude.

Mas estamos muito felizes em ver que não só a Konduto está pensando assim. Muitas empresas importantíssimas no mercado estão se movimentando para fomentar esse compartilhamento de informações e conhecimento sobre o combate à fraude, produzindo muito material bacana. Em 2018 palestramos ao lado dos nossos amigos do Pagar.me, dos nossos queridíssimos clientes do EBANX, dos nossos parceiros da Trezo… nunca demos tantas palestras e participamos de tantos eventos como no ano passado, mas temos certeza de que 2019 será muito incrível neste sentido.

Não só a Konduto: muitos e-commerces, fintechs e meios de pagamento deverão estar ainda mais próximos e promover ações deste gênero, inserindo o tema de análise de risco em muitas pautas de artigos e em muitos palcos de painéis e palestras.

3. Enquanto houver vida haverá esperança vazamentos de dados

(e louça para lavar também)

Isso não é lá tão novidade assim, não é mesmo? Entra ano e sai ano estamos falando que dados serão roubados e expostos. O problema é que mal entramos em 2019 e já vimos uma notícia absurda do vazamento Collection #1, que envolveu uma base de mais de 770 milhões de e-mails e 21 milhões de senhas.

Claro que um dos meus três e-mails pessoais estava nessa lista. Tudo bem, não estou sozinho no time das pessoas que tiveram dados expostos em 2019. Até a chanceler Angela Merkel está no time, em um vazamento na Alemanha noticiado ainda na primeira semana do ano. #tamojunto Angela, #partiu trocar as senha tudo.

O que queremos dizer é… ah, você já sabe, né?

“A validação de dados cadastrais já não é, faz teeeempo, a melhor e mais eficiente arma para evitar fraudes no e-commerce”.

Isso, isso mesmo. E esse panorama não vai mudar em 2019 (e nem em 2020, 2021…)

4. Vamos falar muito sobre a fraude via NFC…

Claro, esse gif é muito forçado sobre golpes envolvendo NFC, mas a tecnologia de near field communication já tem causado algum rebuliço no mercado de análise de risco (principalmente na Europa). Na Inglaterra, por exemplo, estima-se que houve um aumento de 90% em 2018 nas fraudes envolvendo pagamentos por aproximação. Houve até registros de um golpe de 400 mil libras – ou quase R$ 2 milhões!

E, em um cenário em que o NFC está ganhando bastante espaço no mercado brasileiro, é preciso ficar atento. Temos o Nubank investindo pesado nesta tecnologia, o Apple Pay também já deu as caras por aqui… mas como fica a questão da fraude? Pois é, este assunto ainda não é tão claro. E você, profissional de e-commerce ou de algum meio de pagamento, deve ter atenção com este tema.

5. Conte com nossos artigos

Diante da ineficiência estrutural em nosso País para investigar e punir crimes cibernéticos, fraudadores seguirão criando formas bastante engenhosas de realizar ataques contra e-commerces e contra o consumidor final. Isso é mais do que sabido.

E nós, aqui na Konduto, continuaremos revelando o modus operandi de diversos golpes – sejam eles contra e-commerces, sejam contra o consumidor final. Porque, como falamos lá atrás na previsão número 2, compartilhar conhecimento é o caminho em que mais acreditamos para capacitar o mercado – e evoluirmos, todos, com ele.

Nada novo sob o Sol

Nossas previsões não apareceram na bola de cristal, não estavam escritas nas estrelas, não foram obra de Mercúrio retrógrado e nem nos foram reveladas pelos orixás.

Escrevemos esses tópicos com base na nossa experiência de empresa, que só em 2018 analisou mais de 128 milhões de pedidos, de mais de 2 mil lojistas no Brasil e em Argentina, Colômbia e México. Queremos fazer muito mais em 2019, e uma coisa é certa: a Konduto estará ao lado do e-commerce e dos meios de pagamento para combater a fraude e tornar o nosso mercado muito mais evoluído, rentável e seguro!

Assine a newsletter da Konduto!

Felipe Held

Autor Felipe Held

Maratonista, palmeirense, beatlemaníaco e enciclopédia de piadas do Chaves, Felipe também é Head de Comunicação e Marketing da Konduto. Jornalista pela Cásper Líbero e pós-graduado em marketing pela ESPM, trabalhou em redações esportivas de Gazeta, UOL e Terra antes de entrar para o time do melhor antifraude do e-commerce em 2015. Já entrevistou Pelé, Maria Esther Bueno, Guga, Guardiola e Bernardinho, mas o dia mais incrível da carreira foi quando apresentou o Fraud Day.

Mais posts de Felipe Held