Blog da KondutoDestaquesDicas de e-commerceProteja sua loja

Estudo: segmentos de e-commerce crescem durante crise do novo coronavírus

Por 26 de março de 2020 abril 6th, 2020 Nenhum comentário
konduto e-commerce coronavírus

Qual impacto da crise do novo coronavírus no e-commerce? Até o momento, determinados segmentos do comércio eletrônico nacional apresentaram crescimento expressivo de pedidos em meio à pandemia que fez muitas cidades brasileiras adotarem regime de quarentena para reduzir a circulação de pessoas pelas ruas.

A evolução de alguns setores do e-commerce, que já era esperada por alguns especialistas e instituições, é uma boa notícia em meio à previsão pessimista dos economistas quanto ao avanço do país neste ano marcado pelo surto do Covid-19 ao redor do globo.

Levantamos dados aqui da Konduto, onde ajudamos mais de 4 mil empresas dos mais variados segmentos a combaterem a fraude cibernética, e notamos que seis setores em especial tiveram aumento significativo no número dos pedidos entre 15 e 24 de março (período em que as medidas mais duras contra o novo coronavírus foram adotadas) em comparação aos dez primeiros dias do mês.

Confira na lista abaixo:

Brinquedos (crescimento de 643,05%)

Fonte: Dados Konduto (entre 1 e 24/03/2020)

Com as escolas fechadas em virtude da pandemia do novo coronavírus, muitos pais decidiram antecipar a temporada de presentes e foram às lojas virtuais de brinquedos em busca de atrações para as crianças ficarem em casa. Os pedidos inclusive dispararam no final de semana dos dias 21 e 22 de março, quando já era sabido que instituições educacionais de grandes cidades ficariam fechadas por tempo indeterminado.

E não são só brinquedos todos modernosos e tecnológicos. Também aumentaram e muito pedidos de passatempos “clássicos” como jogos de tabuleiro e quebra-cabeças. Ótima opção para reunir a família – entenda isso como quem mora com você e lembre-se de que não é o momento de sair de casa e se aglomerar.

Supermercados (crescimento de 448,09%)

Fonte: Dados Konduto (entre 1 e 24/03/2020)

Supermercados que não contam apenas com lojas físicas se tornaram uma excelente opção para as pessoas que não querem sair de casa nem para comprar itens básicos. A curva de crescimento começou na semana do dia 16 de março, chegou ao ápice no final de semana seguinte e continua bem acima da média.

Vale ressaltar que as compras feitas à distância nestes mercados são entregues no mesmo dia (produtos alimentícios inclusive). É quase tão prático quanto uma ida “presencial” ao estabelecimento, mas com a grande vantagem nestes tempos difíceis de evitar filas e aglomerações. Ah, só não se esqueça de uma coisa: compre apenas o necessário, ok?

 

Artigos esportivos (crescimento 187,90%)


Fonte: Dados Konduto (entre 1 e 24/03/2020)

Aqui um dado que nos deixou bastante surpresos, já que academias e parques das principais cidades foram obrigados a fecharem suas portas temporariamente. Pelo visto felizmente as pessoas estão procurando itens esportivos para manterem a forma em casa neste período de quarentena.

De fato, muitas lojas deste segmento estão focando os esforços de publicidade em atividades dentro de casa. Tanto que houve um aumento considerável de pedidos por produtos que vão desde halteres, colchonetes e tapetes de ioga até equipamentos como elípticos e bicicletas ergométricas. Tem muita gente inclusive tentando alugar esses equipamentos, e muitas empresas especializadas em locação já estão sem estoque.

Farmácias (crescimento de 74,70%)


Fonte: Dados Konduto (entre 1 e 24/03/2020)

Diferentemente dos setores citados acima, as farmácias virtuais já viram uma disparada no número dos pedidos a partir do dia 10 de março, uma semana antes de a primeira morte pelo novo coronavírus ser confirmada no Brasil, mas com o tema já dominando o noticiário. O número de pedidos continua bem acima da média.

Games online (crescimento de 58,46%)

Fonte: Dados Konduto (entre 1 e 24/03/2020)

Homens, mulheres, crianças e idosos perceberam que um joguinho virtual é uma boa forma de passar o tempo e até fazer novos amigos nestes tempos de quarentena forçada. O setor é outro que cresceu expressivamente entre os dias 15 e 24 de março quando comparado aos dez primeiros dias do mês. Cabe explicar aqui que os “gamers” não compram apenas jogos, mas fazem compras dentro do ambiente dos jogos (como atualizações, itens, armas, jogadores, créditos, etc).

Entregas (crescimento de 55,66%)

Fonte: Dados Konduto (entre 1 e 24/03/2020)

Os aplicativos de entregas fecham a lista dos segmentos do comércio eletrônico que mais cresceram, principalmente em dias úteis. Felizmente, várias empresas do setor, cientes dos riscos de entregadores e clientes, adotaram uma série de medidas para que todo o processo ocorra com o máximo de segurança possível.

E as fraudes?

O noticiário tá bem pesado nos últimos dias, então vamos poupar vocês (só desta vez) de dados sobre tentativas de fraude, golpes que estão rolando tentando tirar proveito dessa situação e afins. Preferimos focar só no lado positivo e mostrar que há, sim, setores do nosso comércio eletrônico crescendo neste momento tão complicado. Lembrando, apenas, que todos os dados mencionados acima foram obtidos a partir de transações que passaram pelos sistemas da Konduto entre 1º e 24 de março de 2020.

E como vocês estão aí na Konduto?

Ah, muito obrigado pela preocupação. Vocês, leitores e leitoras do blog, são muito queridos. Por aqui toda operação segue normalmente. Desde a primeira quinzena de março a empresa estabeleceu a política de home office e agora 100% da equipe está trabalhando remotamente, pensando na saúde de nós, colaboradores, e de nossos familiares.

A estrutura para analisar os milhares de pedidos que passam pelos nossos sistemas não foi impactada por esta mudança e não tivemos nenhuma queda de performance ou downtime desde que a crise começou. Nossa tecnologia é toda baseada na nuvem, sem servidores locais, e trabalhamos com duas empresas diferentes de DNS – na eventualidade de uma cair sempre haverá uma segunda opção pronta para receber tráfego. Você pode saber mais detalhes de como tudo isso funciona neste artigo aqui.

Para encerrar, três pedidos:

Lave bem as mãos, fique em casa e cuide-se bem!

Eduardo Carneiro

Autor Eduardo Carneiro

Eduardo é jornalista formado pela Cásper Líbero e trabalhou em sites como Gazeta Esportiva, Terra e UOL ao longo da carreira. Na Konduto desde junho de 2019, escreve sobre as novidades do mundo da fraude e arrisca imitações de celebridades.

Mais posts de Eduardo Carneiro