Blog da KondutoCases KondutoFeaturedMateriais Gratuitos

Como a Konduto ajuda a Decathlon a ganhar o jogo contra a fraude

Por 16 de junho de 2020 setembro 25th, 2020 Nenhum comentário
konduto case decathlon
Destaques do case:
 - Cliente Konduto, Decathlon tem taxa de aprovação de 99,04%
 - Índice de chargeback é de apenas 0,02% sobre total de pedidos 
 - Konduto absorve alta demanda de pedidos do e-commerce na quarentena
 - SLA ideal: maioria dos pedidos aprovados automaticamente  
 - Modelo que mostra a importância do envio de chargebacks

Tem uma frase no esporte que diz que treino é treino e jogo é jogo. Podemos adaptar este lema ao universo do comércio eletrônico: de nada adianta seus fornecedores terem bom desempenho nos testes, mas depois te deixarem na mão em momentos decisivos, de grandes volumes de acessos e de pedidos, como acontece na Black Friday e tem acontecido frequentemente a muitos segmentos em meio à pandemia do novo coronavírus.

A Decathlon, referência quando o assunto é loja de artigos esportivos, conhece muito bem essa regra. E encontrou na Konduto um parceiro ideal para estar vencendo as partidas contra os fraudadores – que, como sabemos, fazem parte de um campeonato sem data para acabar. Veja a seguir números e destaques de mais um case de sucesso do melhor antifraude do mercado!

Esporte para todos

A exemplo do futebol, invenção inglesa que virou paixão nacional, a Decathlon também surgiu na Europa (em 1976, na França) antes de chegar ao Brasil em 2001 e rapidamente se popularizar. Hoje ela conta com 31 lojas físicas em oito Estados, além, é claro, de também vender pela internet.

A empresa busca constantemente inovar no desenvolvimento de produtos técnicos que acompanham a evolução dos apaixonados pela prática esportiva. A Decathlon comercializa roupas, calçados, equipamentos e suplementos para todas as modalidades e atualmente gerencia mais de 20 marcas próprias. Ao adotar valores como paixão, energia e inspiração em seu dia a dia, virou a preferida dos nossos milhões de atletas.

Marcas expressivas

A Konduto orgulhosamente joga junto com a Decathlon desde 2018. A empresa é cliente do Plano Completo e, portanto, conta com uma análise de risco que inclui tanto nosso sistema de inteligência artificial quanto a revisão manual feita por uma equipe de especialistas.

Mais de dois anos depois do início desta parceria, a operação tem números que deixariam até um Usain Bolt ou um Michael Phelps com dificuldades para superar.

A taxa de aprovação da Decathlon, por exemplo, é de 99,04% sobre o número de pedidos, sendo que mais de 93% são aprovados automaticamente – algo importantíssimo para lojas virtuais com grandes volumes.

Mas será que com uma aprovação dessa não estão passando muitos chargebacks? Negativo. A taxa em abril de 2020 ficou em apenas 0,14% sobre o valor financeiro total analisado e em 0,02% sobre o total de pedidos da loja esportiva. Golaço, né?

Maratona de pedidos

Gostaríamos de reforçar que estes números se referem a abril de 2020. Um mês em que já sentíamos todos os efeitos provocados pela crise da pandemia do novo coronavírus e a adoção de quarentena nas principais cidades brasileiras.

Como mostramos no relatório que fizemos em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), muitos segmentos de e-commerce apresentaram aumento no volume de pedidos com as pessoas em casa. Artigos esportivos, por sinal, foi um dos que mais se destacaram, já que, com academias e parques fechados, as pessoas buscaram meios de levar a prática do esporte para dentro do lar.

Neste cenário, a Decathlon chegou a ver o número de pedidos em seu site triplicar durante a quarentena. E a Konduto, como mostram os números acima, estava pronta para entrar em campo.

“O antifraude da Konduto conseguiu atender de forma eficaz este aumento expressivo da nossa demanda, sem interferir no SLA de análise e nem na taxa de chargebacks. Isso foi essencial para a Decathlon neste momento, já que consequentemente também não interferiu na experiência de compra dos novos e dos antigos clientes”, destaca Davi Ribeiro, supervisor de atendimento ao cliente da empresa.

Espírito de equipe

Outro famoso mantra esportivo é que ninguém ganha nada sozinho. Isso também se aplica ao sucesso da parceria entre Konduto e Decathlon. Os números deste case só foram possíveis porque os dois lados atuam juntos desde o começo do campeonato.

Por um lado, o antifraude oferece um sistema estável, com uma tecnologia que se adapta perfeitamente ao modelo de negócio do cliente, e uma equipe dedicada, com atendimento personalizado à Decathlon. Por outro, a empresa de artigos esportivos mantém contatos semanais com o fornecedor, inclusive enviando planilhas dos chargebacks notificados pela adquirente.

“Além de sempre nos dar feedbacks sobre a operação e as análises, a Decathlon nos oferece um cenário ideal para construir o modelo de risco da loja com este envio de chargebacks. Eles nos dão insumos que permitem que nosso time ajuste e alimente o sistema de machine learning, evitando que novas fraudes possam acontecer futuramente”, afirma Douglas Ribas, executivo comercial da Konduto.

“Trabalhar em equipe no e-commerce também é fundamental”, concorda Cristiano Palorca, controlador de gestão e contábil de e-commerce da Decathlon. “Os ótimos números de nossa parceria com a Konduto nos dão tranquilidade e segurança e podemos nos concentrar em outras frentes neste momento transformador do comércio eletrônico brasileiro”.

Vem para o nosso time!

Que tal fazer como a Decathlon e contar com um antifraude que aprove mais pedidos diante do menor risco possível? Tudo isso de forma ágil, estável e com uma equipe que sente prazer em jogar junto com o cliente? Nós estamos esperando o seu contato!

Eduardo Carneiro

Autor Eduardo Carneiro

Eduardo é jornalista formado pela Cásper Líbero e trabalhou em sites como Gazeta Esportiva, Terra e UOL ao longo da carreira. Na Konduto desde junho de 2019, escreve sobre as novidades do mundo da fraude e arrisca imitações de celebridades.

Mais posts de Eduardo Carneiro